Compartilhando informações relevantes: AS 5 TECNOLOGIAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO NOS PRÓXIMOS 5 ANOS

Vale a pena saber. Compartilhado pelo Boletim da Consultoria Pieracciani

A IBM anuncia nesta semana o seu conjunto de previsões “Next 5 in 5”, que elenca    quais inovações científicas a empresa acredita que terão impacto significativo nos próximos cinco anos.

Poluição marítimaCaptura de Tela 2018-03-27 às 14.20.30

Para lidar com a poluição dos oceanos, a companhia prevê o uso de microrrobôs com inteligência artificial que poderão, por exemplo, detectar a saúde dos plânctons. “Estaremos em um nível em que conseguiremos gerar esses robôs com baixo custo”, afirmou Ulisses Mello, diretor do laboratório de pesquisas da IBM Brasil.

Inteligência artificial

Captura de Tela 2018-03-27 às 14.24.37Tendência em diversos segmentos, a inteligência artificial já é uma realidade atualmente, inclusive na própria IBM, que têm o Watson, com diversas APIs em aplicativos de terceiros. 

Por exemplo, o escritório Urbano Vitalino, do Recife (PE), usa a plataforma do Watson em sua assistente virtual, chamada Carol, para automatizar o preenchimento de…

Ver o post original 513 mais palavras

Anúncios

O bullet journal pode ser terapêutico?

Colorindo Ideias

Então galerinha… quando comecei meu bujo a intenção foi me organizar e me animar a consultar uma agenda, mas com o passar do tempo observei algumas mudanças na minha saúde e no meu humor, fiquei mais calma, menos estressada, mais tranquila, mais serena e muito, muito mais consciente das coisas que preciso ainda melhorar.

Essas mudanças ficaram visíveis durante o tempo, mas aconteceram aos pouquinhos, não foi mágica… então fui pesquisar o porquê delas acontecerem e se realmente estavam relacionadas ao uso do método, resolvi trazer um pouquinho do que descobri para vocês. Quem sabe não se animam e aproveitam também esses benefícios.

São alguns dos fatores principais a organização, o auto-conhecimento e o lúdico. Hoje vou falar só um pouquinho de cada um, mas elaborar uma série com cada ponto a ser aprofundado.

A organização envolve todas as áreas da vida que você desejar colocar nos eixos, com o…

Ver o post original 344 mais palavras

O que não nos contaram

Nos fizeram acreditar que se ignoramos o outro corre atrás. Nos fizeram crê que se esculharmos o próximo ele se torna mais interessados em nos. Falaram que se o sexo é bom o outro não vai embora.Nos contaram que as pessoas nos tratam bem quando deixamos elas para lá. E basta viver tão pouco para perceber que tudo que nos falaram estava errado.

Nos atraímos o que somos e fazemos. Se somos ignorados um dia a gente abre o olho e começa a deixar pra la, se somos colocados para baixo, a gente nota que não devemos permitir isso só porque amamos o outro. E mesmo que o outro possa nos dar todo o prazer na carne o que vale mesmo é o espirito.

A gente começa a perceber que tudo que forçamos demais um dia enforca e cansa os personagens da vida. A gente nota que quem tá do nosso lado, faz as coisas para sorrirmos, que da a mão quando precisa, que nos faz leve só de nos tocar com o olhar.

Quem ta com você, você sente, te trás serenidade, paz e calmaria. Você não insiste para ter atenção porque não precisa de mostrar que se importa, tu e o outro já sabem.

E isso não nos ensinaram… Não nos ensinaram que tratar o outro bem não é questão de voltas que o mundo dá, e sim, de respeito a outro ser, um ser que tem sentimentos e sensações. Não ensinaram que sexo é mais que simplesmente ir la e tchum, não falaram que conexões existem a ponto de fazer com que o outro considere e preocupe com você, que esteja ao seu lado quando menos merecer.

E não nos falaram isso porque o outro também não soube, mas quando viu isso na vida, deixou de falar porque esqueceu. Estava vivendo intensamente a vida que acabara de descobrir.

Quando descobrir o que não lhe contaram, viva intensamente, mas ensine aos outros o que ninguém ainda contou.

Lembranças das pessoas que aqui passaram

Pessoas são preciosas. Quem convive comigo sabe o quanto admiro ter pessoas na minha vida. O quanto gosto de juntar as do passado com as do presente. Se pudesse conviveria com todos ainda, desda primeira amiga da escolinha a ultima pessoa que conheci no meu presente.
Meu amigo sempre diz que devo deixar as pessoas seguirem seu caminho. Pois no fundo o importante é desapegar e deixar de lá. Sempre discordava dele, até que a gente percebe que nos tornamos apenas um ser com todas as lembranças.
Antes desse fato ter conhecimento na prática por mim, pela 3° vez, me via insistindo em conversar com uma amiga dos 15 anos de idade.
Sabe aqueles dias que você pega as fotos guardadas e lembra o quanto era bom conversar com a pessoa? Estava nesses dias e mandei um email, durante uma semana não parávamos de conversar. Marcamos de nos encontrar, claro que sabia que nos duas havíamos mudado, mas a gente ainda podia ter uma conversa neh?
Não sei se foi por aparência, um certo status ou se a pessoa realmente mudou. Risadas de coisas sem graça que chamavam atenção, olhadas a cada cinco minuto para o telefone e ainda um “senti tanto sua falta, deveríamos voltar ser amigas” no final.
Não sou de obrigar as pessoas conversarem no telefone e muito menos de responder na hora.
Estávamos conversando e de uma hora para outra a pessoa para e te esquece. E não que você tenha falado algo que chateou nem nada disso. Simplesmente a pessoa já nem lembra que você está na vida dela.
Desde então concordei com a fala do meu amigo. Na verdade, fico na duvida se minha memória é muito boa ou se a dos outros que são ruim. Ainda lembro de todas as pessoas que mexeram comigo, todas que me fizeram sorrir, 90% das minhas professoras e tudo que escrevi em uma capsula do tempo guardada a seis anos atrás.
Sei que existem pessoas que não lembram o que comeram ontem, mas poxa, não vale a pena ao menos esforçar para ter uma pessoa na sua vida? Alias a pessoa que foi sua amiga e tentou manter ao menos uma conversa?
Nos tornamos pessoas que dão valor mais ao trabalho, estudo ou seila o que, mas não as pessoas.
E de certa forma, isso afeta a todos, não insisto mais em quem eu queria ter na minha vida. E isso não é apego, são só lembranças de pessoas que por aqui passaram.

Você me fez feliz

Estava do seu lado acordada, você com os olhos fechados e eu pensando em como sua boca, seu nariz, sua sobrancelha são perfeitas. Reparei nos seus lábios, que vontade eu tive de beijar eles ali mesmo, mas podia te despertar, então dei um selinho na sua bochecha, levantei e olhei a vista da sua janela.

Ainh garoto, se você soubesse do mínimo que eu senti por você, se soubesse como eu amava esse sorriso, seu olhar, ou ainda quando me dava a mão e sorria. Se eu soubesse que aquela seria nossa ultima conversa, nosso último momento juntos eu teria te despertado e dado o meu melhor beijos com um extra do meu sorriso.

Se eu soubesse que na outra semana não restaria mais nada, ficaria abraçada com você o tempo todo, jogaria até aquele jogo insuportável que você gosta, prestaria atenção nas séries e filmes que você implorava para eu assistir.

Não brincaria de fugir dos seus abraços, muito menos do seu corpo, nem de seus lábios, seria menos dispersas quando você tivesse falando algo ou então contando algum momento importante da sua vida.

Depois ainda me sentiria mau por tudo que aconteceu, mesmo reconhecendo que a culpa não foi só minha. Ah menino, a gente foi bonito, amigos, felizes, só tivemos medo de colocar as coisas adiante e explorar o que podíamos ter sido.

Então veio o nosso fim, eu poderia lembrar de todos os momentos ruins e que discutimos, alias eu lembro deles, mas na minha mente eu prefiro e gosto de lembrar quando você me mostrou os pássaros voando, me abraçou em torno de minutos que nunca esquecerei e disse que confiava em mim, mesmo quando sabíamos que era mentira.